Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/2869
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Guerra, Lieverson Augusto-
dc.creatorCoelho, Joslaine Merlini-
dc.date2018-11-23-
dc.date.accessioned2019-05-13T17:56:47Z-
dc.date.available2019-05-09-
dc.date.available2019-05-13T17:56:47Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.urihttps://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/2869-
dc.description.resumoAs neoplasias colorretais representam globalmente a terceira causa em incidência (1.800 casos novos em 2018) e a segunda em mortalidade (1), com variações geográficas relevantes, ocorrendo predominantemente em regiões mais desenvolvidas. No Brasil são projetados para 2018 cerca de 36.000 novos casos, com elevada incidência no RS (2). Os dados epidemiológicos locais são relevantes, entretanto, o perfil dos pacientes e seus desfechos desconhecidos. Diante disso, tem-se como objetivo identificar o perfil dos pacientes, assim como o estado da doença no momento do diagnóstico, além de avaliar os desfechos após tratamento inicial e taxa de óbitos até o ano de 2015. Métodos: Uma coorte histórica. A amostra foi composta de pacientes com diagnóstico de neoplasia de cólon (CID C18) do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), Passo Fundo – RS, com dados obtidos do Registro Hospitalar de Câncer (RHC) do ano de 2012. Analisaram-se o estadiamento clínico/patológico, terapêutica empregada e óbito por câncer, nos anos de 2012 a 2015. Resultados: A amostra foi composta em 50% de cada sexo, com faixa etária prevalente entre 60-70 anos. Destes, 32% com presença de doença metastática ao diagnóstico. O tratamento mais empregado foi o cirúrgico, seguido pelo cirúrgico acompanhado de quimioterapia. Da amostra estudada, 50% dos pacientes tiveram remissão total da doença após tratamento inicial e 20% evoluíram a óbito. Conclusões: Grande parte dos pacientes foram diagnosticados com doença em estágio avançado, resultando em pior prognóstico. Com isso, evidenciam-se os desafios encontrados no rastreamento dessa patologia, podendo resultar em atividades futuras voltadas para conscientização da importância do diagnóstico precoce.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Cristiano Silva de Carvalho (cristianoscarvalho@uffs.edu.br) on 2019-05-09T14:16:07Z No. of bitstreams: 1 JOSLAINE MERLINI COELHO.pdf: 4822208 bytes, checksum: f7ff6505b2cf596dc5bbd8a4526337bb (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Franciele Scaglioni da Cruz (franciele.cruz@uffs.edu.br) on 2019-05-13T17:56:47Z (GMT) No. of bitstreams: 1 JOSLAINE MERLINI COELHO.pdf: 4822208 bytes, checksum: f7ff6505b2cf596dc5bbd8a4526337bb (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-05-13T17:56:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 JOSLAINE MERLINI COELHO.pdf: 4822208 bytes, checksum: f7ff6505b2cf596dc5bbd8a4526337bb (MD5) Previous issue date: 2018en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal da Fronteira Sulpt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCampus Passo Fundopt_BR
dc.publisher.initialsUFFSpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectNeoplasias do colonpt_BR
dc.subjectOncologiapt_BR
dc.subjectRastreamentopt_BR
dc.titleDesfecho de pacientes com câncer de cólonpt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
Appears in Collections:TCC Medicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JOSLAINE MERLINI COELHO.pdf4.71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.