Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1166
Type: Monografia
Title: Práticas obstétricas do ofício de uma parteira: história de vida
Author: Fabrizzio, Greici Capellari
First advisor: Schmalfuss, Joice Moreira
Resume: Atualmente, um dos temas que vem sendo bastante comentado versa sobre a importância da humanização, no contexto de cuidado e atenção ao outro. Os profissionais que prestam assistência à parturiente, durante o trabalho de parto, podem estar desenvolvendo ações que efetivem a realização de um parto humanizado, entendendo a mulher como protagonista deste evento. Observa-se que, de alguma forma, o conceito de parto humanizado está buscando resgatar a forma como os partos eram realizados antigamente, geralmente assistidos por parteiras. Estas conduziam o trabalho de parto e o parto de forma fisiológica, além de fornecer suporte e apoio à parturiente. O presente estudo objetivou conhecer as práticas obstétricas do ofício de uma parteira que atuou nas décadas de 1940 a 1970 em Rio dos índios/RS. Trata-se de um estudo do tipo qualitativo, na modalidade de história de vida, desenvolvido no município de Rio dos Índios/RS. A coleta de dados ocorreu em outubro de 2014, por meio de entrevistas abertas e análise de documentos. A técnica de registro de dados utilizada foi o diário de campo. Os dados resultantes da pesquisa foram examinados segundo a análise de conteúdo, proposta por Bardin. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal da Fronteira Sul sob número CAAE 33711914.7.0000.5564. A análise dos dados resultou em dois temas, sendo eles: a arte de partejar e práticas obstétricas. Identificou-se que a arte de partejar é regada por muitos afazeres e percalços, embora, ancorada e recompensada por Deus, de quem a parteira acredita ter recebido esse dom. O tema práticas obstétricas revelou a atuação da parteira desde o cuidado pré-natal até o período puerperal com as mulheres, bem como os cuidados com os seus recém-nascidos. Relacionando as práticas da parteira com o que é preconizado atualmente observou-se algumas semelhanças àquelas consideradas como adequadas, embora outras ainda devem ser melhor discutidas e aprofundadas. Desta forma, alguns dos aspectos considerados como adequados levam à condução de um cuidado humanizado à parturiente com a possibilidade de melhora na qualidade da assistência prestada e na atuação, principalmente, da Enfermagem nessa assistência.
Keywords: Assistência tradicional ao nascimento
Enfermagem obstétrica
Parto domiciliar
Parto humanizado
Parteira leiga
IND
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1166
Issue Date: 2014
Appears in Collections:TCC Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FABRIZZIO.pdf2,44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.