Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1346
Type: Monografia
Title: Correlação da vitamina D com o perfil lipídico e glicídico em indivíduos com síndrome metabólica
Author: Milani, Patrícia
First advisor: Bagatini, Margarete Dulce
Resume: A vitamina D, componente lipossolúvel, atua no desenvolvimento e na sustentação do tecido ósseo, bem como na manutenção da homeostase do cálcio e do fósforo. Quando presente em baixas quantidades no organismo ocorre um estado de deficiência de vitamina D, que está relacionada a inúmeras doenças, como o diabetes, a obesidade e a dislipidemia, que são fatores de risco para doenças cardiovasculares e pertencem ao conjunto de alterações metabólicas nomeado síndrome metabólica (SMet). Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi estudar os níveis de vitamina D e sua correlação com o perfil lipídico e glicídico em indivíduos com SMet em uma cidade da região oeste catarinense. Trabalhou-se com cinquenta indivíduos do grupo SMet e cinquenta indivíduos do grupo controle (CT), na faixa etária entre 40 e 70 anos, voluntários, de ambos os gêneros, os quais foram classificados previamente, quanto aos grupos, por profissional médico da unidade básica de saúde da cidade. As coletas de sangue ocorreram em tubo vacutainer, com e sem anticoagulante, sendo as dosagens dos níveis de vitamina D e do perfil lipídico realizadas em soro, enquanto a análise do perfil glicídico deu-se em plasma fluoretado. A pesquisa desenvolvida foi do tipo caso-controle, com abordagem quantitativa, onde utilizou-se teste T com nível de probabilidade de 5% (p<0,05) e coeficiente de correlação de Pearson através do software Graphpad Prism® 6.05. Dentre os resultados, os indivíduos do grupo SMet apresentaram níveis significativamente diminuídos de vitamina D quando comparados ao grupo CT (p<0,05). Os níveis de glicose mostraram-se não significativos para p<0,05. Dentre o perfil lipídico, o colesterol total e a fração LDL demonstraram-se significativamente aumentados no grupo SMet quando comparado ao grupo CT (p<0,05). Já a fração de colesterol HDL e triglicerídeos não foram significativos para p<0,05. As correlações de Pearson realizadas entre vitamina D e os componentes do perfil glicídico e lipídico não foram significativas. O estudo sugere que níveis reduzidos de vitamina D em indivíduos com SMet possam contribuir como um fator de risco cardíaco em pacientes com SMet. Além disso, destaca-se a influência que a vitamina D pode sofrer durante o período de análise, pois a mesma apresenta alterações nos níveis séricos quando mantida exposição solar e dieta enriquecida.
Abstract: Vitamin D, fat-soluble component acts in the development and support of the bone tissue as well as in the maintenance of calcium and phosphorus homeostasis. When present in low amounts in the body there is a deficiency of vitamin D status, which is related to several diseases such as diabetes, obesity and dyslipidemia which are risk factors for cardiovascular diseases and belong to the metabolic syndrome changes appointed metabolic (MetS). Thus, the objective of this work was to study the levels of vitamin D and its correlation with lipid profile and glucose in subjects with MetS in a city of Santa Catarina west. Worked with fifty individuals of MetS group and fifty individuals in the control group (CT), aged between 40 and 70 years, volunteers of both genders, which were previously classified, as groups, for medical professional unit basic health of the city. Blood samples were collected in vacutainer tubes with and without anticoagulant, with dosages of vitamin D levels and serum lipid profile performed while the analysis of carbohydrate profile gave fluoride in plasma. The research was developed case-control with a quantitative approach, where we used T test with probability level of 5% (p <0.05) and Pearson's correlation coefficient by Graphpad Prism® 6.05 software. Among the results, individuals of the MetS group had significantly decreased levels of vitamin D compared to the CT group (p <0.05). Glucose levels were shown to be not significant for p <0.05. Among the lipid profile, total cholesterol and LDL fraction was shown to be significantly increased in the MetS group compared to the CT group (p <0.05). Since the HDL cholesterol and triglycerides were not significant for p <0.05. The Pearson correlations made between vitamin D and the components of glucose and lipid profile were not significant. The study suggests that low levels of vitamin D in individuals with MetS can contribute as a cardiac risk factor in patients with MetS. In addition, there is the influence that vitamin D may suffer during the analysis period, because it presents changes in serum levels when kept sun exposure and enriched diet.
Keywords: Diabetes mellitus
Dislipidemia
Doenças metabólicas
Hipovitaminose
Vitamina D
IND
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1346
Issue Date: 2014
Appears in Collections:TCC Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MILANI.pdf971,48 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.