Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1592
Type: Monografia
Title: Sucessão familiar em propriedades rurais do município de Cerro Largo-RS
Author: Welter, Cristiani
First advisor: Fernandes, Denise Medianeira Mariotti
metadata.dc.contributor.referee1: Anes, Carlos Eduardo Ruschel
metadata.dc.contributor.referee2: Dill, Rodrigo Prante
Resume: A agricultura familiar vem sofrendo grandes transformações, muitos filhos estão deixando o meio rural, fazendo com que haja um grande êxodo rural, e como consequência disso, a não sucessão em muitas propriedades. Este Trabalho de Conclusão de Curso de Administração buscou identificar a importância da agricultura familiar, por meio do estudo da sucessão familiar, em três propriedades rurais do município de Cerro Largo-RS. O presente estudo tem como objetivo analisar os fatores que geram semelhanças e diferenças no processo de evolução hereditária das propriedades rurais familiares e suas implicações no processo sucessório das propriedades do município de Cerro Largo-RS. A presente pesquisa tem como questão geral, quais os fatores que restringem o processo de sucessão nas propriedades rurais familiares do município de Cerro Largo-RS? Para que o objetivo proposto pudesse ser atingido e o problema do estudo fosse respondido, utilizou-se a pesquisa de abordagem qualitativa de caráter descritivo, cuja amostra foi não probabilística por conveniência, sendo que o instrumento de coleta de dados utilizado foi o questionário semiestruturado em três propriedades rurais familiares, com os pais e filhos que residem nas mesmas. O que se notou é que as três propriedades têm características diferentes; uma em que o filho não está decidido se permanece ou não na propriedade, outra em que não há indícios de que haverá a sucessão, e a outra em que o filho, muito provavelmente, irá dar continuidade a propriedade, ocorrendo a sucessão. O que se notou é que os integrantes das famílias, cuja propriedade em que não há indícios de sucessão e cuja propriedade em que o filho não se decidiu se permanece, consideram que a propriedade não consegue proporcionar os mesmos benefícios econômicos que o trabalho fora dela, ou seja, assalariado. Eles entendem que essas propriedades não estão estruturadas para conseguir manter, economicamente, seu futuro sucessor. No entanto, a família que está vivendo a sucessão em sua propriedade considera que o meio rural tem possibilidades, desde que haja uma estrutura de gestão e de trabalho bem definidas, de dar qualidade de vida a seus integrantes do mesmo modo ou até melhor do que pessoas que vivem no meio urbano. Por isso, entende-se que está conseguindo fazer com que haja futuros sucessores.
Abstract: The familiar farming has undergone great transformations, many relatives are leaving the rural zone, which increases the rural exodus, and consequently, the not succession in many rural properties. The following Completion of Course Work of Administration aimed to identify the importance of familiar farming, through a study of familiar succession at three rural properties of Cerro Largo –RS municipality. This study’s goal is analyze the factors that generate similarities or differences on the hereditary evolution process at familiar rural properties and its implications on the succession process of properties from the municipality Cerro Largo-RS. As a general question, this study inquires: what are the factors that restrict the succession process of the familiar rural properties at Cerro Largo-RS municipality? In order to reach the proposed goal and to answer the study’s problem, a qualitative approach and descriptive study was developed, whose sample was a non-probabilistic by convenience one, and the collection data instrument was a semi structured questionnaire applied to three familiar rural properties where parents and their children reside. It was noticed that the three properties have different characteristics; one of it where the son have not decided if remains or not at the property, other where there is no evidence if there will be a succession, and the other one, where the son probably will continue on the property, occurring, on this case, succession. It was noted that the family members, which property there is no evidence of succession and on which property the son has not yet decided if remains, consider that familiar farming do not provide the same economic benefits as an outside job, in other words, salaried job. In their understanding the familiar farming is not structured to maintain, economically, the successor’s future. However, the family which succession is about to happen, consider that rural zone has its possibilities, as long as a well defined and structured management of work exists, so that the property could provide a quality life to its members as like or even better then provided to people who lives at urban zone. Whence, it is concluded that succession still endures at rural properties.
Keywords: Agricultura familiar
Cerro Largo
Propriedades rurais
Sucessão familiar
Produção agrícola
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Cerro Largo
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1592
Issue Date: 16-Nov-2016
Appears in Collections:TCC Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
WELTER.pdf865.2 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.