Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1677
Type: Monografia
Title: Comercialização de produtos agroecológicos: o caso dos agricultores familiares no município de Aratiba/RS
Author: Fornazieri, Gustavo
First advisor: Mello, Ulisses Pereira de
Resume: A crescente demanda por produtos agroecológicos nos diferentes tipos de mercados tem ganhado grande ênfase nos últimos anos, a inserção de alimentos livres de agrotóxicos e outros contaminantes visa atender a nichos de mercado específicos e segmentados. Atentos a isto os agricultores agroecológicos propõem-se a comercializar a produção por diferentes canais de escoamento para garantir sua renda. Neste contexto, este trabalho analisou a produção e as formas de comercialização dos produtos agroecológicos no município de Aratiba/RS, por meio de agricultores com propriedades e produção na base agroecológica. Foram realizadas entrevistas com 15 famílias da agricultura familiar. Verificou-se que a fruticultura é a atividade mais difundida dentro dos princípios da Agroecologia, e existem aproximadamente 50 famílias que produzem de forma agroecológica no município. Destas, há famílias com produção certificada, que comercializam os produtos para o Circuito da Rede Ecovida, famílias em conversão do modelo convencional para o agroecológico e famílias que produzem agroecologicamente e a venda é realizada de forma direta para os consumidores, principalmente entregando o produto a domicilio e de forma indireta comercializando pequenas quantidades para uma fruteira e um pequeno mercado de produtos da Agricultura Familiar. O município não possui feiras orgânicas e os varejistas da cidade não compram produtos dos agricultores, dificultando a comercialização da produção. Um dos caminhos possíveis para aumentar a demanda dos produtos é implementar uma feira de produtos agroecológicos na cidade com o apoio da administração do município, e fazer campanhas de conscientização e incentivo ao consumo de alimentos sem agrotóxicos para a população. A tendência é que os agricultores inseridos neste sistema busquem a certificação agroecológica da produção ou se vinculem a uma organização de controle social (OCS), para ganharem competividade no mercado existente, com produtos diferenciados de alta qualidade e garantia de procedência, possuindo o desafio de se produzir alimentos em regularidade, em quantidade necessária e com preço acessível para a população.
Abstract: The growing demand for agroecological products in different types of markets has gained great emphasis in recent years, the insertion of food free of pesticides and other contaminants aims to serve specific and segmented market niches. Attentive to this the agro-ecological farmers propose to commercialize the production by different channels of flow to guarantee their income. In this context, this work analyzed the production and the forms of commercialization of the agroecological products in the municipality of Aratiba / RS, through farmers with properties and production in the agroecological base. Interviews were conducted with 15 families from family farms. It has been verified that fruit growing is the most widespread activity within the principles of Agroecology, and there are approximately 50 families that produce in an agroecological way in the municipality. Of these, there are families with certified production, who market the products for the Ecovida Network Circuit, families in conversion from the conventional model to the agroecological one and families that produce and sell directly to the consumers, mainly delivering the product at home and of form selling small quantities to a fruit tree and a small market of Family Agriculture products. The municipality does not have organic fairs and the retailers of the city do not buy products from farmers, making it difficult to commercialize the production. One of the possible ways to increase the demand for the products is to implement an agro-ecological product fair in the city with the support of the municipality's administration, and to make awareness campaigns and encourage the consumption of food without pesticides for the population. The tendency is for the farmers included in this system to seek agroecological certification of production or to join a social control organization (OCS), to gain competitiveness in the existing market, with differentiated products of high quality and guarantee of origin, having the challenge of if it produces food in regularity, in quantity necessary and with affordable price for the population.
Keywords: Produtos agroecológicos
Agricultura familiar
Mercado local
Certificação participativa
Language: por
Country: Brasil
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Erechim
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1677
Issue Date: 13-Dec-2017
Appears in Collections:TCC Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FORNAZIERI.pdf628,9 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.