Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/270
Type: Monografia
Title: A recolocação da questão da verdade enquanto aletheia em Ser e Tempo
Author: Schaitel, Douglas Alberti
First advisor: Leite, Thiago Soares
metadata.dc.contributor.referee1: Roani, Alcione Roberto
metadata.dc.contributor.referee2: Zeifert, Emanuel Bagetti
Resume: Este trabalho de conclusão de curso (TCC) busca analisar o conceito de aletheia a partir do estudo da obra Ser e Tempo de Martin Heidegger, a fim de inferir a problemática acerca de sua recolocação no projeto da ontologia fundamental, bem como a concepção da crítica heideggeriana ao conceito adequacionista de verdade. Para tanto, buscar-se-á demonstrar que a estruturação de uma nova ontologia proposta pelo autor não teria a necessidade da produção de um novo conceito de verdade, mas de seu tratamento mais adequado, pois trata-se de uma interrogação mais ampla enquanto um fenômeno de bases ontológico-existenciais, não apenas de um conceito proposicional lógico-semântico. Não obstante, partindo do fato de que a verdade se caracteriza como manifestação fenomenológica da questão do ser, trabalhamos primeiramente o parágrafo sétimo de Ser e tempo. Nessa parte, demonstramos a importância da fenomenologia enquanto método, isto é, enquanto via de acesso e modo de comprovação para se determinar o que deve constituir tema da ontologia, além de seu caráter hermenêutico, posto que a base conceitual adquirida neste momento coloca-se como condição de possibilidade da tematização das questões relativas à verdade. Em um segundo momento, expomos a noção tradicional de verdade, que Heidegger denomina como “verdade derivada”. Respectivamente, é trabalhado as ocorrências dessa teoria na Metafísica (livro IV), de Aristóteles, e nas Quaestiones disputatae de veritate (q. 1, a. 1), de Tomás de Aquino. Por fim, trabalhamos o núcleo do parágrafo 44 de Ser e Tempo, a fim de evidenciar como o autor se utiliza da concepção de aletheia para assinalar o modo fundamental da verdade como descoberta, e como isso caracteriza-se enquanto modo-de-ser próprio do Dasein e como isso implica numa consequente negação de verdades absolutas.
Abstract: This monograph aims to analyze the concept of aletheia from the study of Martin Heidegger's magnum opus, Being and Time, in order to infer the problematic about its replacement in the project of a fundamental ontology, as well as design of Heidegger’s critique about the concept of truth by way of adaequatio. Therefore, it seeks to demonstrate that the structure of a new ontology proposed by the author would not have the need for production of a new concept of truth, but its most appropriate treatment because it is a broader question as a phenomenon of ontological bases existential, not only from a logical-semantic propositional concept. Thus, based on the fact that truth is characterized as phenomenological manifestation of the question of being, primarily we worked the seventh paragraph of Being and Time. In this part, we demonstrate the importance of phenomenology as a method, that is, while access road and proof in order to determine what should be theme of ontology, beyond its hermeneutical character, since the conceptual basis gained in this moment arises as a condition of possibility of the theme of questions relating to truth. In a second moment, we expose the traditional notion of truth, which Heidegger calls "derived truth”. Respectively, is working occurrences of this theory in the Metaphysics of Aristotle (Book IV), and the Quaestiones disputatae de veritate (q. 1, a. 1), of Thomas Aquinas. At last, we work the kernel of paragraph 44 from Being and Time, in order to show how the author uses the conception of aletheia to mark the fundamental way of truth as discovery, and how it is characterized as a way-of-being itself of Human Dasein and how it implies a consequent denial of absolute truths.
Keywords: Fenomenologia
Verdade
Dasein
Adaequatio
Language: por
Country: Brasil
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL
Acronym of the institution: UFFS
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/270
Issue Date: 7-May-2017
Appears in Collections:TCC Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SCHAITEL.pdf703,13 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.