Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/3001
Type: Dissertação
Title: Estrutura da comunidade de macroinvertebrados aquáticos e avaliação da qualidade da água em riachos da sub-bacia hidrográfica do rio Piratinim, Médio Rio Uruguai, RS, Brasil
Author: Hentges, Sirlei Maria
First advisor: Strieder, Milton Norberto
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Reynalte-Tataje, David Augusto
metadata.dc.contributor.referee1: Vasconcelos, Márlon de Castro
metadata.dc.contributor.referee2: Daroit, Daniel Joner
Resume: Estudos ecológicos tem buscado compreender a dinâmica das assembleias de organismos aquáticos perante distúrbios nos ecossistemas fluviais. As comunidades de macroinvertebrados refletem as condições de integridade dos ambientes aquáticos, atuando como bioindicadoras de poluição. O objetivo deste estudo foi investigar a estrutura e a distribuição espaço-temporal da comunidade de macroinvertebrados aqu- áticos, bem como avaliar a qualidade da água em tributários da sub-bacia hidrográfica do rio Piratinim, Médio Rio Uruguai, Rio Grande do Sul (Brasil). As coletas foram realizadas em seis riachos, distribuídos nas regiões alta, média e baixa da bacia, explorando trechos de nascente, intermediários e foz dos tributários. A periodicidade amostral compreendeu duas estações do ano: primavera/2017 e outono/2018. Os organismos foram coletados por meio de puçá aquático Dipnet, de acordo com a abordagem multihábitat. Os macroinvertebrados foram identificados até o nível de família; os grupos trófico-funcionais e os valores de tolerância dos índices bióticos foram determinados por categorias de classificação adaptadas do estado do Paraná. Variáveis ambientais foram obtidas para verificar possíveis influências sobre a composição da comunidade de macroinvertebrados, sendo avaliadas por meio de uma Análise de Correspondência Canônica e Análise de Espécie Indicadora. As variações espacial e temporal dos atributos bióticos (densidade, riqueza, diversidade e equitabilidade) foram submetidas ao teste de Kruskal-Wallis e ao Teste de Comparações Múltiplas. A avaliação da qualidade da água foi obtida a partir do cálculo dos índices IBF e BMWP, e para avaliar diferenças espaciais foi utilizada uma análise de variância (ANOVA) e o teste de Tukey. Para comparar a variação da qualidade entre as estações do ano foi aplicado o teste t. Foi coletado um total de 11.564 indivíduos de macroinvertebrados de 72 táxons, com predomínio da classe Insecta, e do grupo trófico coletor-filtrador. A abundância não variou entre as estações, mas foi distinta entre os riachos. A riqueza também foi diferente entre os riachos, enquanto que a diversidade e a equitabilidade não variaram. A análise de correspondência canônica explicou 31,0% da variabilidade dos dados. As principais variáveis que influenciaram a distribuição dos macroinvertebrados foram mata ciliar, oxigênio dissolvido, condutividade elétrica, temperatura da água e largura do riacho. De forma geral, foi observada a classe de “Boa” qualidade da água, para ambos os índices bióticos, IBF e BMWP. Não foi constatado um gradiente espacial entre os trechos avaliados; entretanto, os riachos da região baixa apresentaram melhor qualidade da água que os riachos da região média, de acordo com o índice BMWP. Não houve variação entre os trechos dos riachos e entre as estações do ano. Os resultados refletem os impactos não pontuais que ocorrem ao longo da bacia, resultantes das formas de ocupação do meio rural, das práticas de manejo e usos do solo da região. O presente trabalho pode servir de subsídio a possíveis programas de biomonitoramento que venham a ser realizados na região, juntamente com ações de recuperação e projetos de gestão de comitês de bacias hidrográficas no estado do Rio Grande do Sul.
Abstract: Ecological studies have sought to understand the dynamics of assemblages of aquatic organisms in the face of disturbances in fluvial ecosystems. The macroinvertebrate communities reflect the integrity conditions of the aquatic environments, acting as bioindicators of pollution. The aim of this study was to investigate the structure and spatial-temporal distribution of the aquatic macroinvertebrate community, as well as to evaluate the water quality in tributaries of the Piratinim river sub-basin, Middle Uruguai River, Rio Grande do Sul state, Brazil. The samplings were performed in six streams, distributed in the upper, middle and lower regions of the basin, exploring stretches of source, intermediate and mouth of tributaries. The sample periodicity comprised two seasons of the year: spring/2017 and autumn/2018. The organisms were collected with a long handled net (Dipnet), according the multi-habitat approach. Macroinvertebrates were identified up to the family level; the trophic-functional groups and the tolerance values of the biotic indexes were determined by classification categories adapted from the state of Paraná. Environmental variables were obtained to verify possible influences on the composition of the macroinvertebrate community, being evaluated through a Canonical Correspondence and Indicator Species Analysis. The spatial and temporal variations of the biotic attributes (density, richness, diversity and evenness) were submitted to Kruskal-Wallis and Multiple Comparison Test. The water quality assessment was obtained by calculating the IBF and BMWP indexes, and an analysis of variance (ANOVA) and the Tukey test were used to evaluate spatial differences. To compare the quality variation between the seasons of the year, the t test was applied. A total of 11.564 individuals of macroinvertebrates of 72 taxa were collected, with a predominance of Insecta and collector-filtering trophic group. Abundance did not vary between seasons, but was different between streams. Richness was also different among the streams, diversity and evenness did not varied. The canonical correspondence analysis explained 31.0% of the variability of the data. The main variables that influenced the distribution of the macroinvertebrates were cilliary forest, dissolved oxygen, electrical conductivity, water temperature and stream width. In general, the "Good" water quality class was observed for both biotic indexes, IBF and BMWP. No spatial gradient was found between the evaluated stretches; however, the streams of the lower region presented better water quality than the middle region streams, according to the BMWP index. There was no variation between streams stretches and between seasons. The results reflect the non point impacts occurring along the basin, resulting from the forms of occupation of the rural environment, management practices and land uses of the region. The present work can serve as a subsidy to possible biomonitoring programs that will may be perform in the region, together with recovery ac
Keywords: Meio ambiente
Ecossistema
Qualidade da água
Rio Piratinim
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Cerro Largo
Name of Program of Postgraduate studies: Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Tecnologias Sustentáveis
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/3001
Issue Date: 26-Feb-2019
metadata.dc.level: Mestrado
Appears in Collections:Ambiente e Tecnologias Sustentáveis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HENTGES.pdf2,37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.