Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/3487
Type: Dissertação
Title: Desafios relacionados às notificações de intoxicações exógenas por agrotóxicos
Author: Rodrigues, Edenilson Freitas
First advisor: Battisti, Iara Denise Endruweit
metadata.dc.contributor.referee1: Riffel, Ana Paula Konzen
metadata.dc.contributor.referee2: Fernandes, Denise Medianeira Mariotti
metadata.dc.contributor.referee3: Schek, Gabriele
metadata.dc.contributor.referee4: Van Der Sand, Isabel Cristina Pacheco
Resume: O desenvolvimento brasileiro possui considerável parte de seus indicadores de crescimento voltadas ao agronegócio. O fato de não estar envolvido diretamente com a agricultura ou exercer atividades nesta finalidade não exclui o indivíduo a exposição de produtos tóxicos, como na forma de resíduos, tanto em alimentos, quanto na água e no solo. Os agrotóxicos são produtos que, na maioria, são tóxicos à saúde e ao meio ambiente, cujos efeitos à saúde humana ainda não são conhecidos na sua totalidade. O objetivo deste estudo foi de analisar as Políticas Públicas de Saúde voltadas ao monitoramento das intoxicações por agrotóxicos em Santa Rosa, RS. Caracteriza-se como uma pesquisa do tipo quantitativa, com abordagem descritiva e explicativa, com delineamento transversal. Participaram desse estudo 98 profissionais de saúde da Unidade de Pronto Atendimento e de Unidades Básicas de Saúde, entre os meses de setembro e outubro de 2019. Os achados apontaram para as fragilidades encontradas na RAS, especificamente na UPA e nas UBS, quanto à formação sobre o tema “agrotóxico e saúde”. Evidenciaram-se lacunas no âmbito da formação e qualificação da mão-de-obra das portas de entrada da RAS quanto ao tema “agrotóxico e saúde”, que posteriormente refletem em ações pontuais e não uniformes relacionadas ao tema. Foi possível afirmar a ocorrência da subnotificação existente neste território, e que tal fato é semelhante a outros locais do país. A necessidade de melhor qualificação da mão de obra trabalhadora do setor saúde no tema “agrotóxico e saúde” torna-se evidente. Sugere-se a RAS de Santa Rosa, a curto prazo, ações voltadas ao tema, como implantar fluxos monitorados da incidência e prevalência dos casos de intoxicação por agrotóxicos. Para isso, sugere-se a implementação de comissões municipais de acompanhamento, observatórios dos impactos na saúde relacionado a agrotóxicos, entre outros. E também de forma conjunta a RAS desenvolver atividades de educação permanente acerca das notificações compulsórias, com destaque para as intoxicações, paralelamente a outras demandas dos setores.
Abstract: Brazilian development has a considerable part of its growth indicators focused on agribusiness. The fact of not being directly involved with agriculture or carrying out activities for this purpose does not exclude the individual from exposure to toxic products, as in the form of residues, both in food, in water and in the soil. Pesticides are products that, for the most part, are toxic to health and the environment, whose effects on human health are not yet fully known. The aim of this study was to analyze the Public Health Policies aimed at monitoring poisoning by pesticides in Santa Rosa, RS. It is characterized as a quantitative research, with a descriptive and explanatory approach, with a cross-sectional design. 98 health professionals from the Emergency Care Unit and Basic Health Units participated in this study, between the months of september and october 2019. The findings pointed to the weaknesses found in the RAS, specifically in the UPA and in the UBS, regarding training on the theme “pesticides and health”. Gaps were evidenced in the scope of the training and qualification of the workforce at the front doors of the SAN regarding the theme “pesticides and health”, which later reflected in specific and non-uniform actions related to the theme. It was possible to affirm the occurrence of underreporting in this territory, and that this fact is similar to other places in the country. The need for better qualification of the health sector's labor force in the theme “pesticides and health” becomes evident. It is suggested that the Santa Rosa RAS, in the short term, take actions on the theme, such as implementing monitored flows of the incidence and prevalence of cases of pesticide poisoning. For this, it is suggested the implementation of municipal monitoring commissions, observatories of health impacts related to pesticides, among others. And also in a joint way, RAS develops permanent education activities about compulsory notifications, with emphasis on intoxications, in parallel to other demands of the sectors.
Keywords: Políticas públicas
Pesticidas
Saúde
Controle químico
Meio ambiente
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Cerro Largo
Name of Program of Postgraduate studies: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Políticas Públicas
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/3487
Issue Date: 9-Dec-2019
metadata.dc.level: Mestrado
Appears in Collections:Desenvolvimento e Políticas Públicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RODRIGUES.pdf2,15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.