Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/3592
Type: Dissertação
Title: Sistema de previsão para o manejo da ferrugem asiática em soja
Author: Engers, Lana Bruna de Oliveira
First advisor: Radons, Sidinei Zwick
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Ludwig, Juliane
metadata.dc.contributor.referee1: Loose, Luis Henrique
metadata.dc.contributor.referee2: Heldwein, Arno Bernardo
Resume: A ferrugem asiática é a mais importante doença na cultura da soja, possuindo um alto potencial de dano nas folhas. A utilização de sistemas de previsão de doenças pode reduzir o número de aplicações de fungicidas, efetuando-as somente quando necessárias e, desta forma, também os custos para o produtor, os riscos de ocorrência de epidemias severas e a poluição ambiental. Este trabalho objetivou testar um sistema de previsão para a ocorrência de ferrugem asiática na soja, com base em variáveis meteorológicas e diferentes intervalos de aplicação de fungicidas. O experimento de campo foi realizado na UFFS - campus Cerro Largo, com o delineamento inteiramente casualizado e fatorial, com 2 genótipos de soja, 6 programas de manejo com 3 repetições, totalizando 36 unidades experimentais. Os genótipos SYN 1561 (não Inox®) e TMG 7363 RR (Inox®) foram semeadas dia 22/11/2018 e realizadas as aplicações de fungicidas para o controle da ferrugem asiática, conforme a indicação do sistema de previsão para cada tratamento: aplicação calendarizada a cada 14 dias a partir do estágio R1, testemunha sem aplicação, 11, 9, 7 e 5 valores de severidade calculada (VSC). Para o cálculo dos VSC, os dados foram obtidos na Estação Meteorológica Automática da UFFSCampus Cerro Largo. Os dados foram submetidos à ANOVA pelo teste F e as médias comparadas pelo teste de Scott-Knott em nível de 5% de probabilidade de erro. Nos tratamentos de 11VSC e 9VSC foram realizadas duas aplicações de fungicida, no tratamento 7VSC três aplicações e no 5VSC e no Calendarizado, quatro aplicações ao longo do ciclo, conforme o sistema de previsão indicou. A maior área abaixo da curva de progresso da doença, tanto da parte superior quanto inferior das plantas, ocorreu no programa de manejo testemunha do genótipo não Inox® e não houve diferença significativa de produtividade entre os programas de manejo e nem entre os genótipos. Tanto no genótipo Inox® quanto não Inox®, no programa de manejo 9VSC obtiveram-se as maiores médias de produtividade, mostrando que apenas duas aplicações de fungicidas no momento certo seriam suficientes para obter a proteção e produção auferidas com mais aplicações.
Abstract: Asian soybean rust is the most important disease in soybean crop, having a high leaf damage potential. The use of disease forecasting systems may reduce the number of fungicide applications to its requirement and thus also reduces costs, risks of severe epidemics and environmental pollution. This work aimed to establish and test a forecasting system for the occurrence of Asian soybean rust in soybean, based on different meteorological variables and fungicide application intervals. The field experiment was carried out at UFFS - Campus Cerro Largo, with a completely randomized factorial design with 2 soybean genotypes, 6 management programs with 3 replications, totaling 36 plots. The genotypes SYN 1561 (no Inox®) and TMG 7363 RR (Inox®) were sown on November 22, 2018 and fungicide applications were performed to control Asian soybean rust, as indicated by the forecasting system for the 6 treatments: Calendarized application every 14 days from R1, control without spray, 11, 9, 7 and 5 severity values calculated. For this calculation, data were obtained in the UFFS - Campus Cerro Largo Automatic Wheather Station. Data were submitted to ANOVA by F test and means compared by Scott-Knott test at 5% probability of error. In the 11SVC and 9SVC treatments two fungicide sprays were performed, in the 7SVC treatment three sprays and in the 5SVC and in the Calendarized four sprays throughout the crop cycle, as the forecast system indicated. The higher area under the disease-progress curve, both in the upper and lower position of evaluation in the canopy, was observed in the control management programs in the no Inox® genotypes and there was no significant difference in the research between management programs and not genotypes. In both the Inox® and the no Inox® genotypes, management programs 9SVC had the highest, showing only two fungicide sprays at the right time allowed.
Keywords: Glycine max
Soja
Doenças de plantas
Ferrugem ( Doença de planta)
Ferrugem asiática
Plantas oleaginosas
Fungicidas
Proteção de plantas
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Cerro Largo
Name of Program of Postgraduate studies: Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Tecnologias Sustentáveis
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/3592
Issue Date: 11-Dec-2019
metadata.dc.level: Mestrado
Appears in Collections:Ambiente e Tecnologias Sustentáveis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ENGERS.pdf1.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.