Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/3728
Type: Tese
Title: Ensaio clínico randomizado de prática regular de exercício físico e yoga/meditação para redução de estresse: implicações sobre o risco cardiovascular e biomarcadores
Author: Haag, Fabiana Brum
First advisor: Lucchese, Fernanda
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Silva, Débora Tavares de Resende e
Resume: O estresse pode gerar implicações danosas sobre diversos sistemas, sendo o cardiovascular e o emocional diretamente afetados. Embora ainda em investigação, algumas intervenções já foram comprovadas para o seu controle e redução, como prática de exercício físico regular e meditação/yoga. Objetivo: Avaliar a efetividade de uma intervenção de exercício físico regular, bem como uma intervenção de meditação/yoga para a redução do estresse em universitários da área da saúde. Metodologia: Amostragem de 58 universitários dos cursos da área da saúde randomizados em três grupos: Grupo Exercício Físico (GEF), Grupo Yoga/Meditação (GYM) e Grupo Controle (GC). O estresse mental foi aferido pela Escala de Estresse Percebido (PSS) e pelo Inventário de Sintomas de Estresse de Lipp (ISSL) e pelo cortisol sérico. O GEF seguiu protocolo estabelecido de exercícios por 8 semanas. O GYM realizou um programa de yoga/meditação também por um período de 8 semanas. Antes e após as intervenções, foram coletadas amostras sanguíneas para os exames laboratoriais, aferidos sinais vitais e realizadas medidas antropométricas, bem como aplicados os instrumentos para mensuração do estresse mental. Resultados: Participaram das intervenções 58 sujeitos (50 Mulheres), com idade média de 23±(3.60), todos estudantes de enfermagem e medicina. Utilizado teste de ANOVA com medidas repetidas par avariáveis quantitativas e o teste de Wilcoxon para variáveis categóricas. O GYM apresentou redução significativa do cortisol (; p<0.001), na PSS (p˂0,001) e no ISSL nas fases de resistência (p˂0,001) e exaustão (p˂0,001). Também se observou redução da circunferência abdominal (CA) (p˂0,05) e da pressão arterial sistólica (PAS) com (p˂0,05). O GEF demonstrou redução significativa do ISSL (resistência e exaustão) com30 (p˂0,001) e (p˂0,001) respectivamente, da PSS (p˂0,05) e sem alterações significativas nos níveis de cortisol sérico (p=0,4). Houve uma redução significativa da PA (p˂0,001), da FC com (p˂0,001) e da CA com (p˂0,001), colesterol total (p˂0,05) e triglicerídeos (p˂0,05). Nenhuma alteração significativa foi observada no GC. Conclusão: conclui-se que o exercício físico regular e a yoga/meditação produzem efeitos benéficos sobre o estresse mental (PSS, ISSL, e cortisol sérico), e os fatores de risco para DCV
Abstract: Stress can have harmful implications on several systems, with the cardiovascular and emotional systems being directly affected. Although still under investigation, some interventions have already been proven for its control and reduction, such as regular physical exercise and meditation / yoga. Objective: To evaluate the effectiveness of a regular exercise intervention, as well as a meditation / yoga intervention to reduce stress in university students in the health area. Methodology: Sampling of 58 university students from health courses randomized into three groups: Physical Exercise Group (GEF), Yoga / Meditation Group (GYM) and Control Group (CG). Mental stress was assessed using the Perceived Stress Scale (PSS) and the Lipp Stress Symptoms Inventory (ISSL) and the serum cortisol. The GEF followed an established exercise protocol for 8 weeks. GYM also held a yoga / meditation program for a period of 8 weeks. Before and after the interventions, blood samples were collected for laboratory exams, vital signs were measured and anthropometric measurements were taken, as well as instruments for measuring mental stress were applied. Results: 58 subjects (50 women) participated in the interventions, with an average age of 23 ± (3.60), all nursing and medical students. ANOVA test with repeated measures for quantitative variables was used and the Wilcoxon test for categorical variables. GYM showed a significant reduction in cortisol (; p <0.001), PSS (p˂0.001) and ISSL in the resistance (p˂0.001) and exhaustion (p˂0.001) phases. There was also a reduction in abdominal circumference (WC) (p50.05) and systolic blood pressure (SBP) with (p˂0.05). The GEF demonstrated a significant reduction in ISSL (resistance and exhaustion) with (p˂0.001) and (p˂0.001), respectively, of PSS (p˂0.05) and without significant changes in serum cortisol levels (p = 0.4 ). There was a significant reduction in BP (p˂0.001), HR with (p˂0.001) and AC with (p˂0.001), total cholesterol (p˂0.05) and triglycerides (p˂0.05). No significant changes were observed in the CG. Conclusion: it is concluded that regular physical31 exercise and yoga / meditation produce beneficial effects on mental stress (PSS, ISSL, and serum cortisol), and the risk factors for CVD.
Keywords: Exercício físico
Saúde
Estresse
Saúde mental
Meditação (Psicologia)
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Instituto de Cardiologia - Fundação Universitária de Cardiologia
Acronym of the institution: IC-FUC
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/3728
Issue Date: 28-Aug-2020
metadata.dc.level: Doutorado
Appears in Collections:Medicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HAAG.pdf1.79 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.