Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/478
Type: Monografia
Title: Diferentes perspectivas de permanência do jovem no campo: um estudo de caso sobre o jovem assentado produzindo de forma convencional ou agroecológica no Assentamento Rural 8 de Junho – Laranjeiras do Sul/PR
Author: Novakoski, Rodrigo
First advisor: Marques, Siomara Aparecida
Resume: A agricultura familiar brasileira vem sendo marcada pelo crescente desinteresse do jovem em permanecer nela, ocorrendo o êxodo rural jovem. Representando um rompimento da garantia da sucessão familiar e da continuidade da agricultura familiar. A presente pesquisa objetiva analisar as principais perspectivas de permanência ou não do jovem no campo, tendo como base o jovem assentado produzindo de forma convencional ou agroecológica, identificando as principais diferenças nas duas formas de produção. E como objetivos específicos busca identificar o que motiva o jovem a permanecer no campo; identificar as atividades que os mesmos têm desempenhado junto a seus lotes e/ou lotes vizinhos; identificar quais são os principais motivos que levam o jovem assentado à mudar sua matriz produtiva e das dificuldades encontradas para adotar a nova matriz produtiva; analisar quais os principais problemas enfrentados pelos jovens no processo de produção agroecológica ou na produção convencional; analisar qual é o papel desempenhado pela ATER como garantia de permanência do jovem na agricultura familiar. Para tanto, a pesquisa é qualitativa e objetiva analisar bibliografias e documentos, bem como os dados obtidos por meio de questionários e entrevistas. A pesquisa foi realizada no Assentamento Rural 8 de Junho no município de Laranjeiras do Sul, Paraná. Foram entrevistados dois grupos de jovens, aqueles onde o grupo familiar produz de forma agroecológica, sendo entrevistados 4 jovens, e os que produzem de forma convencional,sendo entrevistados 4 jovens. A partir das entrevistas realizadas pôde-se concluir que a grande maioria dos jovens demonstra interesse em continuar no campo. Entre as variáveis que diferenciam os dois grupos de jovens, a organização produtiva é uma das principais, onde o manejo e as forma de comercialização baseiam-se em princípios diferentes. Na produção convencional o manejo da propriedade é mais dependente de crédito e do mercado externo. Na agroecologia a produção e a comercialização são diversificadas, não sendo dependente apenas de uma linha de comercialização, e uma atividade produtiva. Entre os principais apontamentos sob a permanência no campo ou não, a renda e a educação foi os principais condicionantes a respeito da saída do jovem do campo. A participação do jovem nas decisões econômicas e mercadológicas é outro aspecto considerado de grande importância para os entrevistados. O fato de se sentirem incluídos nas tomadas de decisões facilita a permanência no lote. Dentre os vários apontamentos a cerca da permanência do jovem no campo, vê-se a necessidade também no desenvolvimento de políticas públicas de ATER e também governamentais que estimulem essa permanência.
Abstract: The Brazilian family agriculture has been marked by declining interest of young on staying, occurring young rural exodus. Representing a breach of the security of family succession and continuity of family farming. This research aims to analyze the main prospects of permanence or otherwise of the young in the field, based on the young man seated producing conventional or agroecological way, identifying the main differences in the two forms of production. And as specific objective seeks to identify what motivates young people to stay on the field; identify the activities that they have played with his lots and / or neighboring lots; identify what are the main reasons why the young man seated to change its production and the difficulties encountered to adopt new productive matrix array; consider what the main problems faced by youth in agroecological production process or conventional production; analyze what is the role played by young ATER as the guarantee of permanence in family farming. To this end, research is qualitative and objective analysis bibliographies and documents, as well as data obtained through questionnaires and interviews. The survey was conducted in the Assentamento Rural 8 Junho, in the town of Laranjeiras do Sul, Paraná. They interviewed two groups of young people, those where the family group produces agro-ecological way, being interviewed four young people, and those who produce conventionally, being interviewed four young people. From the interviews it could be concluded that the vast majority of young people show interest in continuing in the field. Among the variables that differentiate the two groups of young, productive organization is a leading, where the management and marketing of fashion are based on different principles. In conventional production management of the property is more dependent on credit and foreign market. Agroecology production and marketing are diverse and are not dependent on just a marketing line, and a productive activity. Among the main keyword in the permanence in the field or not, income and education was the main constraints regarding the departure of the young field. The participation of youth in economic and market decisions is another aspect considered of great importance to respondents. The fact that they feel included in decision-making makes it easy to stay on the lot. Among the various notes about the young man's stay in the field, we see the need also to develop public policy ATER and also government that encourage this permanence.
Keywords: Agricultura familiar
Assentamentos Rurais
Jovem
Êxodo rural
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Laranjeiras do Sul
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/478
Issue Date: 9-Dec-2015
Appears in Collections:TCC Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NOVAKOSKI.pdf653 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.