Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/764
Type: Dissertação
Title: O "talian" na fala dos ítalo-brasileiros em Chapecó - SC e Pato Branco - PR: manutenção e substituição dos termos de parentesco
Author: Bortolotto, Paula Cristina Merlo
First advisor: Horst, Cristiane
Resume: Com esta pesquisa pretendemos descrever e analisar a manutenção e a substituição dos termos de parentesco do talian pelos termos de parentesco do português (Pt.), na fala de informantes ítalo-brasileiros em Chapecó, Santa Catarina (SC) e Pato Branco, Paraná (PR); em contextos plurilíngues, de contato linguístico do talian com o português do Oeste de SC, com o português do Sudoeste do PR, com o português padrão e com o italiano (Ita.). A partir do contato de diferentes variedades linguísticas vindas do norte da Itália ao sul do Brasil, com predomínio do vêneto e do lombardo, formou-se uma coiné, chamada de talian ou vêneto brasileiro. As localidades da pesquisa, Chapecó e Pato Branco, se desenvolveram no século XX, caracterizando-se como área de migração interna. Ou seja, foram constituídas por um grande número de descendentes de imigrantes europeus, em sua maioria, alemães e italianos, os quais migraram das colônias velhas do Rio Grande do Sul (RS), onde seus antepassados haviam se instalado, à procura de melhores condições, pois as famílias eram grandes, e as terras se tornaram improdutivas, escassas e consequentemente com alto valor comercial. A análise dos dados seguiu os moldes teórico-metodológicos da Dialetologia Pluridimensional e Relacional, contemplando o espaço variacional e a pluralidade dos informantes (inf.(s)) que compõem as duas localidades. Dessa maneira, foram entrevistados 16 inf.(s) ítalo-brasileiros, isto é, com sobrenome de pai e mãe com descendência italiana, sendo oito em cada ponto. Para tanto, foram levadas em consideração as dimensões diatópica (pontos geográficos – Chapecó SC e Pato Branco PR), diageracional (idade – GII (55 anos ou mais) e GI (de 18 a 36 anos de idade)), diassexual (gênero/sexo – masculino e feminino), diastrática classe social/escolarização – Ca (com graduação ou mais) e Cb (de nenhuma escolaridade até o Ensino Médio)), dialingual (bilíngues talian-português) e diafásica (variação de estilo no roteiro de entrevista – questionário, conversa livre semidirigida e leitura). Isso possibilitou uma melhor descrição da manutenção e substituição do fenômeno lexical estudado, os termos de parentesco. Esses se classificam em três tipos: termos de parentesco sanguíneo (bisavô, bisavó, vovô, vovó, pai, mãe, filho, filha, tio, tia, primo, prima, sobrinho, sobrinha etc.); termos de parentesco de aliança (marido, esposa, homem, mulher, sogro, sogra, genro, nora, cunhado, cunhada, padrasto, madrasta, enteado, enteada etc.) e termos de parentesco espiritual (padrinho, madrinha, afilhado, afilhada, comadre, compadre). A análise das respostas espontâneas do questionário lexical aponta para 30% de manutenção das variantes do talian em Chapecó SC e 28% em Pato Branco PR e 66% de substituição para o português, em ambos os pontos geográficos.
Abstract: Com questa risserca pretendemos descriver e analisar la manutenssion e la sustituission dei tèrmini de parentà del talian par i tèrmini de parenta del portoghese (Pt.) in informanti ìtalobrasiliani in Chapecó, Santa Catarina (SC) e Pato Branco (PR), in contesti plurilengoe e de contato con el portoghese del Oeste de SC, com el portoghese del Sudoeste del PR, con el portoghese padron e italiano (Ita.). Queste due località se ga svilupà ntel sècolo XX, caraterisandosse come migrassion interna. O sia, ze state costituìde par un grando nùmero de dessendenti de imigranti europèi, in so maioransa, alemani e italiani, chei ga migrà de le vecia colònie del Rio Grande do Sul (RS) ndove so antenati se gavea istalà, inserca de meio condission, parché le fameie zera grande, e la terá se gavea torna fiaca, scarsa e par consequensa, tanto cara. La análise dei dadi há seguito i moldi teòrichi metodològichi dea Dialetologia Pluridimensional e Relassional, contemplando el spasso variassional e la pluralità dei informante (inf.(s)) che forma le due località. De questa maneira, foron intrevistadi 16 inf.(s) ítalo-brasiliani, o sia, con cognome de pupà e mama con dessendensa taliana, èssendo oto in cada punto. E lora, foron considerà le dimension, diatòpica (ponti geogràfichi – Chapecó SC e Pato Branco PR), diagerassional (età – GII (55 ani o depiù) e GI (de 18 a 36 ani de età)), diasessual (género/sesso – omo e dona), diastrática (classe social/scolarisassion – Ca (con graduassion o più) e Cb (de gnanca una scolarità fin el Ensino Médio)), dialingual (bilengoe talian-portoghese) e diafásica (variassion del stilo nel roteiro de intreviste – questionàrio, ciàcola libera semidirigesta, letura). Cossita, foron possìbili na meio descrission de la manutenssion e sustituission del fenònimo lessical studiá, i tèrmini de parentà. Questi se classifica in trè tipi: tèrmini de parentà sanguinio (bisnono, bisnona, nono, nona, pupà, mama, fiol, fiola, zio, zia, cosin, cosina, neodo, neoda, etc.); tèrmini de parentà de aliança (marido, sposa, omo, fémena, messier, sòcera, género, nora, cugnà, cugnada, paregno, maregna, etc.) e tèrmini de parentà spiritual (sàntolo, santola, fiosso, fiossa, comare, compare). La analisi di risposte spontane apunti di rilievo lessicale per 30% di mantenere varianti in talian in Chapecó SC e 28% in Pato Branco PR e 66% di sostituzione par il portoghesi, in due punti geografici.
Keywords: Língua italiana
Língua portuguesa
Dialeto vêneto
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Chapecó
Name of Program of Postgraduate studies: Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/764
Issue Date: 2015
metadata.dc.level: Mestrado
Appears in Collections:Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BORTOLOTTO.pdf5,56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.