Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/769
Type: Dissertação
Title: Sinonímia e hiperonímia: das relações entre palavras para as relações de sentido
Author: Hoffmann, Adriana
First advisor: Cambrussi, Morgana Fabiola
Resume: Esta pesquisa investiga como se caracterizam os fenômenos semântico-lexicais de hiperonímia e sinonímia quando tratados como relações entre sentidos estabelecidos pelas palavras na textualidade escrita. A sinonímia e a hiperonímia são definidas, respectivamente como relações de equivalência e inclusão. Para considerarmos duas palavras sinônimas, os seguintes critérios precisam ser observados: a equivalência de sentido e a identidade referencial. Já a hiperonímia está intimamente relacionada aos processos de categorização, sendo que se dá o nome de hiperônimo ao termo mais superordenado, mais abrangente sob o ponto de vista referencial (fruta, animal, móvel), e dá-se o nome de hipônimo (pera, gato, mesa) ao elemento mais específico. A relação entre hiperônimo e hipônimo é caracterizada por propriedades específicas como a transitividade e a implicação unilateral. Temos como propósito testar os critérios definidos para a sinonímia e as propriedades que se aplicam às relações hiperonímicas no tratamento de palavras isoladas, em palavras empregadas em um contexto escrito específico, a fim de verificar como essas relações mantêm-se. Para empreender nossas análises, selecionamos textos de versões digitais e impressas de revistas de circulação nacional do gênero divulgação científica, bem como, através desse corpus, analisamos as principais características desses fenômenos no âmbito textual. A base metodológica sobre a qual construiremos nossas análises é a Semântica Componencial, cujo entendimento nos diz que o significado de uma palavra pode ser descrito em traços mínimos de significação. Acreditamos que as relações de hiperonímia e sinonímia, no nível sentencial/textual, podem ser explicadas através do apagamento e realçamento desses traços, de acordo com os sentidos estabelecidos pelo contexto às palavras em questão. Dessa forma, observamos que, em determinadas substituições lexicais por hiperônimos, temos uma relação de sinonímia estabelecida e não mais de hipônimo/hiperônimo. Ambos os termos, nesse caso, são utilizados para fazer referência a uma mesma entidade, e são equivalentes em sentido. Esta pesquisa teve o apoio financeiro da FAPESC/CAPES.
Abstract: This research investigates the characterization of the lexical-semantic phenomena of hypernymy and synonymy when treated as relations between meaning established by words in written textuality. Synonymy and hypernymy are defined, respectively, as relations of equivalence and of inclusion. In order to consider two words synonyms, the following criteria must be observed: the equivalence of meaning, and the referential identity. Hypernymy, on the other hand, is closely related to the processes of categorization: the more superordinate term, broader from the referential point of view (fruit, animal, furniture), is given the name of hypernym; the more specific element is given the name of hyponym (pear, cat, table). The relation between hypernym and hyponym is characterized by specific properties, such as transitivity and unilateral implication. Our purpose is to test the defined criteria for synonymy, and the properties that can be applied to relations of hypernymy in the treatment of isolated words, for words employed in a specific context, in order to verify how these relations are mantained. To perform our analyses, texts were selected from digital and printed versions of scientific magazines with national circulation; through the corpus, the main characteristics of these phenomena in textual context are analyzed. The methodological framework on which these analyses are built is that of Componential Semantics, in which the meaning of a word can be described in minimal traits of significance. We believe that the relations of hypernymy and synonymy, on the sentence/text level, can be explained via erasure and highlight of these traits, in accordance to the meaning that the context establishes for these words. This way, we observe that, in certain lexical substitutions for the hypernyms, a relation of synonymy is established, and not one of hyponymy/hypernymy anymore. Both words are used, in this case, to reference the same entity, and are both equivalent in meaning. This research was subsidized by FAPESP/CAPES.
Keywords: Escrita (linguística)
Gramática
Semântica
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Chapecó
Name of Program of Postgraduate studies: Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/769
Issue Date: 2014
metadata.dc.level: Mestrado
Appears in Collections:Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HOFFMANN.pdf973,96 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.