Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1840
Type: Monografia
Title: Futebol de mulheres em Erechim: um estudo sobre (in)visibilidade e os limites da profissionalização
Author: Silva, Josiane da
First advisor: Fraga, Gerson Wasen
metadata.dc.contributor.referee1: Fraga, Gerson Wasen
metadata.dc.contributor.referee2: Soares, Cássio Cunha
metadata.dc.contributor.referee3: Pereira , Thiago Ingrassia
Resume: O futebol de mulheres passou por diversos momentos históricos desde ascensão ao esporte, proibição e retorno aos campos. O período de afastamento de algumas modalidades esportivas foi reforçado pela área médica que usou de explicações biológicas como meio de coibir essa prática. As mulheres, nesse sentido foram proibidas de jogar futebol por motivos alheios às suas vontades. Ao retornar aos campos e competições oficiais, houve a necessidade de enfrentamento de preconceitos pelo fato de ser mulher e estar no meio futebolístico. O impacto negativo trouxe consequências no crescimento e fortalecimento da modalidade. Nos dias atuais apesar das mudanças ocorridas, ainda é perceptível a desigualdade em relação ao futebol praticado por homens e pelas mulheres, sendo, portanto, necessário desconstruir e problematizar essas diferenças. Como meio de entender o processo de (in)visibilidade dessa prática o estudo em questão tem como foco compreender o futebol de mulheres no interior do Rio Grande do Sul na equipe feminina do Atlântico Futebol Clube que participou em diversas competições com time de futebol de mulheres. Como meio de compreender a realidade do clube foram entrevistadas cinco jogadoras e dois responsáveis da comissão técnica envolvidos na organização do time entre os anos 2011-2016. Diante disso, a análise central será perceber quais são os elementos que corroboram para inserção ou não das mulheres no futebol profissional, bem como as possibilidades de reconhecimento e profissionalização.
Abstract: Women’s soccer faced many different historical moments since its ascension, prohibition and the return to the fields. The period where women’s soccer was off the sports modalities was reinforced by the medical area that used biological explanations to restrain this practice, thus prohibiting many women from playing for reasons against their will. When returning to the fields and official competitions, there was the need of a coping with the prejudice against women inside soccer. The negative impact brought consequences on the growth and empowerment of the sport. Currently, despite the changes, the inequality is still distinguishable in men and women soccer, thus, making a deconstruction and questioning necessary over these differences. As a way to understand the process of (in)visibility of this sport, this study focus on the comprehension of the reality of women’s soccer on the state of Rio Grande do Sul on the feminine team of Atlântico Soccer Club that participated on the state, regional and national championships. The qualitative methodology is utilized. Five players and the two members of the technical committee from the club were interviewed between 2011 and 2016. Therefore, the main objective is to understand and perceive which are the elements that corroborate (or not) for the insertion of women in the professional soccer as well as the possibilities of recognition and professionalization of this sport.
Keywords: Futebol de mulheres
Competições
Profissionalização
Language: por
Country: Brasil
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Erechim
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1840
Issue Date: 15-Feb-2017
Appears in Collections:TCC Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SILVA.pdf1,18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.