Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/2459
Type: Artigo Cientifico
Title: A linguagem escrita na educação infantil com crianças de 4 e 5 anos
Author: Barbieri, Kelly Cristina Cabral
Mosena, Luiza Gasparetto
First advisor: Alves, Solange Maria
Resume: A reflexão contida neste texto é resultado de investigação sobre os usos da linguagem escrita com crianças de 4 e 5 anos, no âmbito da educação infantil. É também uma síntese provisória de conclusões construídas para fins de cumprimento do Trabalho de Conclusão de Curso - TCC, cuja origem primeira foram algumas problematizações construídas durante a realização do Estágio Supervisionado em Educação Infantil, em torno do tema da linguagem escrita com crianças. O cotejamento das observações do contexto institucional com os documentos oficiais e o aprofundamento teórico, deu origem ao problema que nos orientou neste percurso: como está sendo tratada a linguagem escrita com essas crianças nas instituições de Educação Infantil,. A busca de possíveis respostas ancorou-se metodologicamente pela análise de conteúdo de Moraes (1999), sobre os documentos oficiais que orientam a educação infantil: Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil - DCNEIs e Base Nacional Comum Curricular - BNCC. E, teoricamente pela mediação da teoria histórico-cultural de desenvolvimento humano de Vigotski e colaboradores. Os resultados iniciais sinalizam para uma pouca divergência de concepção do objeto entre os documentos e para algumas aproximações quando cotejadas com a teoria que suporta a análise. Em termos conclusivos podemos inferir que a criança como sujeito cultural, que tem contato com a cultura escrita desde que nasce, deve sim reafirmar esse contato na Educação Infantil. Porém o cuidado do trato da linguagem escrita com as crianças da pré-escola precisa de muita clareza teórica por parte do professor.
Abstract: The reflection held in this text is the result of an investigation about the usage of written language on 4 and 5 years old kids, on infant education environment. It is also a provisional synthesis of conclusion built in order to fulfill the assignment called Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, which the idea and its first origins date back to some problematizations during the Supervised Internship on Infant Education, around the topic of written language and kids. The collation of the observations within the institutional context and the official documents, plus the theoretical studying were the catalysts of the problem which guided us on this path: how is the written language with the children in the Infant Education institutions being handled. The searching of possible answers was anchored methodologically through the analysis of Moraes‟ (1999) content, about the official documents that guide infant education: Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil - DCNEIs e Base Nacional Comum Curricular – BNCC. Theoretically, through the historic-cultural theory of the human development, from Vigotski and collaborators. The initial results signal to some divergence in conception of the object between documents and some approximations when compared to the theory which support such analysis. In conclusive terms we can infer that a kid as a cultural subject, who has contact with written culture since they were born must reaffirm the contact in Infant Education. The care with the treatment of written language on kids in pre-school, however, needs much theoretical clarity by the teacher‟s part.
Keywords: Educação infantil
Linguagem escrita
Desenvolvimento infantil
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Chapecó
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/2459
Issue Date: 2018
Appears in Collections:Pedagogia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BARBIERI.pdf484,92 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.