Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/3848
Type: Monografia
Title: O papel da mulher na história do assentamento Indianópolis, no município de Abelardo Luz/SC: suas lutas e opressões
Author: Piva, Taís
First advisor: Gehlen, Maria Eloá
Resume: Mediante o tema do papel da mulher no contexto do assentamento Indianópolis, no Município de Abelardo Luz, SC, esse trabalho tem por objetivo analisar o histórico do Assentamento e qual o papel das mulheres, sua participação na luta pela conquista da terra, sua presença ou não na direção desse assentamento. A pesquisa será efetuada por meio de pesquisa qualitativa, com entrevistas semiestruturadas com cinco mulheres assentadas, presentes desde o início da ocupação. Será efetuada análise de conteúdo, das entrevistas examinadas de acordo com Bardin (1977). Parte-se da perquirição se há entraves ou acomodação para a não presença de lideranças mulheres no assentamento. Espera-se com esse trabalho clarear os motivos da não inserção das mulheres em postos de comando no assentamento, tendo por luz as questões atinentes ao machismo, ao patriarcado, a condição dada à mulher de ser o sexo frágil, de como ela pode empoderar-se para compreender e assumir cargos de chefia em assentamentos ou em qualquer outro espaço da sociedade civil. As questões referentes à inferiorização das mulheres, apresenta-se não só hoje, mas desde o início do Assentamento Indianópolis, no Município de Abelardo Luz, SC onde a pesquisa foi efetuada. Pretende-se ter uma visão ampla a respeito do tema, com destaque para o papel que a mulher deve exercer como liderança e lutadora por seus direitos na comunidade e na sociedade em geral, tendo os mesmos direitos como qualquer cidadão.
Abstract: Facing towards the theme of women’s role in the context of the Indianópolis Landless Workers’ Movement Settlement, in Abelardo Luz, Santa Catarina, Brazil, this work aims to analyze this settlement’s historical in order to find out what is the role of women in this place, their participation in the struggle for land and their presence or not as leaders in this settlement. The work will be performed through qualitative research, with semi structured interviews with five settled women, who are present there since the beginning of that rural occupation. The content of the interviews will be analyzed according to Bardin. The first step is to raise the question whether there are any barrier or resignation to the inexistence of women in leadership roles in the afore mentioned settlement. Through this work it is expected to clarify the motivation behind the non-insertion of women in positions of direction in the settlement, having into account some questions concerned to sexism, patriarchy, the condition given to women as a fragile sex and how they can empower themselves in order to understand and lead on the settlement or any other place in society. The questions related to women undermining are not new, but exist since the beginning of the Indianópolis Settlement, in Abelardo Luz – where the research will be held. It is intended to have a broad view on the subject, with highlights to the roles women must embrace as leaders and fighters for their rights in their own community, as well as in the society in general, seeking to have the same rights as any other citizen.
Keywords: Assentamentos humanos
Mulheres
Reforma agrária
Movimento dos sem-terra
Feminismo
Machismo
Abelardo Luz (SC)
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Laranjeiras do Sul
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/3848
Issue Date: 2019
Appears in Collections:Interdisciplinar em Educação do Campo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PIVA.pdf297.93 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.