Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/5499
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Krug, Marcelo Jacó-
dc.creatorBinsfeld, Aline-
dc.date2022-03-23-
dc.date.accessioned2022-05-12T18:29:29Z-
dc.date.available2022-04-28-
dc.date.available2022-05-12T18:29:29Z-
dc.date.issued2022-03-23-
dc.identifier.urihttps://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/5499-
dc.description.resumoO presente trabalho insere-se no conjunto de pesquisas da dialetologia pluridimensional e relacional sobre as línguas de imigração e a partir dele buscou-se descrever e analisar, de forma qualitativa, a manutenção e substituição linguística em diferentes gerações de uma família teuto-brasileira da cidade de São João do Oeste. São João do Oeste é uma cidade interiorana, com cerca de 6500 mil habitantes, localizada no extremo-oeste de Santa Catarina. Foi colonizada majoritariamente por alemães, a grande maioria praticante do catolicismo, religião esta exigida na época da colonização por parte da companhia colonizadora, vinda do Rio Grande do Sul, chamada Volksverein, que tinha o Pe. Max von Lassberg como agrimensor. A escolha da cidade deu-se pela grande valorização da língua alemã que, inclusive, faz parte do currículo escolar das escolas públicas municipais. A variedade alemã falada no município é o Deitsch/Deutsch. Através desse trabalho buscou-se compreender, a partir de um levantamento de dados com base nas dimensões diageracional, diassexual e diafamiliar, quais fatores favorecem e interferem na manutenção e substituição da língua materna considerando a vivência em uma sociedade bilíngue na qual ambas as línguas, tanto o alemão quanto o português, são praticadas simultaneamente no dia a dia da grande maioria dos habitantes. Através desta pesquisa será possível analisar essa dicotomia (manutenção-substituição) e como ela se dá no município a partir do trabalho diacrônico de tempo aparente.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Rafael Pinheiro de Almeida (rafael.almeida@uffs.edu.br) on 2022-04-28T18:14:35Z No. of bitstreams: 1 BINSFELD.pdf: 437599 bytes, checksum: 908f3043bdb6e55756611afb4a8c5321 (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Franciele Scaglioni da Cruz (franciele.cruz@uffs.edu.br) on 2022-05-12T18:29:29Z (GMT) No. of bitstreams: 1 BINSFELD.pdf: 437599 bytes, checksum: 908f3043bdb6e55756611afb4a8c5321 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2022-05-12T18:29:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 BINSFELD.pdf: 437599 bytes, checksum: 908f3043bdb6e55756611afb4a8c5321 (MD5) Previous issue date: 2022-03-23en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal da Fronteira Sulpt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCampus Chapecópt_BR
dc.publisher.initialsUFFSpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectLinguísticapt_BR
dc.subjectGramáticapt_BR
dc.subjectSão João do Oestept_BR
dc.subjectLíngua maternapt_BR
dc.subjectAlemãopt_BR
dc.titleManutenção/substituição linguística: um estudo diacrônico numa família Teuto-brasileira de São João do Oestept_BR
dc.typeArtigo Cientificopt_BR
Appears in Collections:Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BINSFELD.pdf427,34 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.