Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/609
Type: Dissertação
Title: Análise do processo de transição agroecológica das famílias agricultoras do Núcleo da Rede Ecovida de Agroecologia Luta Camponesa
Author: Santos, Cristina Sturmer dos
First advisor: Christoffoli, Pedro Ivan
Resume: Diante das contradições do modelo de desenvolvimento rural hegemônico emergem movimentos e contra movimentos que irão a partir os anos de 1980 formar um corpo organizado na figura da agroecologia. Esta será fruto de movimentos múltiplos que envolvem um processo histórico e material promovido por famílias agricultoras, povos tradicionais, pesquisadores, técnicos, consumidores e movimentos sociais. Nesse sentido, se faz necessário articular diferentes dimensões no processo de alteração dos agroecossistemas convencionais para agroecológicos. A região da Cantuquiriguaçu localizado na região Centro-Sul do estado do Paraná tem vários atores que despendem recursos e energias para promover um processo de capitalização e efetivação da territorialidade da agroecologia. Visando analisar elementos desse processo regional de transição se estabelece como objetivo geral do trabalho “identificar contradições, limites e potencialidades no processo de transição agroecológica das famílias agricultoras participantes do Núcleo de Agroecologia da Rede Ecovida Luta Camponesa da região da Cantuquiriguaçu”. Para tanto se realizou uma pesquisa descritiva exploratória, considerando o conjunto de 15 famílias ligadas ao Núcleo sendo escolhidas de acordo com critérios considerados chaves para compreender o processo de transição agroecológica. As famílias agricultoras estão localizadas em quatro municípios distintos e em sete grupos do Núcleo Luta Camponesa. Como principais resultados do trabalho constataram-se que o processo de construção da agroecologia nesse território tem como agente articulador os movimentos sociais. Que irão efetivar a agroecologia como um caráter estratégico de enfrentamento ao modelo de agricultura da revolução verde e de desenvolvimento excludente. Nesse contexto o principal fator desencadeador da transição das famílias entrevistadas está associado a motivações ideológicas seguido por questões de saúde e impactos ambientais. Dentro do grupo de agricultores entrevistados diferentes estratégias familiares que irão articular de maneira dinâmica os elementos produtivos, sociais e econômicos. De acordo com esses condicionantes irão construir processos de transição parciais ou radicais, optarão por posicionar as atividades agroecológicas como produções centrais ou secundárias, ou ainda optaram por maiores ou menos índices de dependência. Ressalta-se o caráter inicial da pesquisa propondo como central o avanço em novos estudos que foquem tanto em aspectos qualitativos da transição agroecológica quanto em outras dimensões transversais a transição como gênero e juventude.
Abstract: Faced with the contradictions of the hegemonic rural development model emerging movements and counter moves that will from the 1980s to form an organized body in the figure of agroecology. This will be the result of multiple movements involving a historical process and materials promoted by farmers, traditional peoples, researchers, technicians, consumers and social movements. In this sense, it is necessary to combine different dimensions in the process of changing conventional agroecosystems to agroecology. The region of Cantuquiriguaçu located in the South Central region of Paraná state has several actors who spend resources and energies to promote a process of capitalization and realization of territoriality of agroecology in this territory. To analyze elements of regional transition process is established as a general objective of the work "to identify contradictions, limits and potentials in agroecological transition of farming families participating in the Núcleo da Rede Ecovida de Agroecologia Luta Camponesa of Cantuquiriguaçu region." For that it conducted a descriptive exploratory research, considering the set of 15 families linked to the core being chosen according to criteria considered key to understanding the agro-ecological transition. Farming families are located in four different municipalities and seven core groups Luta Camponesa. The main results of the work is found that p agroecology building process that territory has as a coordinating agent social movements. That will carry agroecology with a strategic character confronting agriculture model of the green revolution and exclusive rural development. In this context the main trigger factor of the transition of the interviewed families is associated with ideological motivations followed by health issues and environmental impacts. Within the group of farmers interviewed different family strategies that will articulate dynamically productive, social and economic elements. And in accordance with other conditions to build partial transitions or radicals have agroecological activities such as central or secondary, or have chosen to greater or lesser rates of addiction.
Keywords: Agroecologia
Transição agroecológica
Fatores desencadeadores
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Laranjeiras do Sul
Name of Program of Postgraduate studies: Programa de Pós-Graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/609
Issue Date: 5-Sep-2016
metadata.dc.level: Mestrado
Appears in Collections:Agroecologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SANTOS.pdf3.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.