Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/663
Type: Dissertação
Title: Políticas de currículo para a educação do campo no Rio Grande do Sul: um estudo sobre o conhecimento escolar
Author: Bresolin, Paoline
First advisor: Petry, Oto João
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Silva, Roberto Rafael Dias da
Resume: Esta dissertação apresenta um estudo sobre os sentidos de conhecimento escolar que emergem das políticas curriculares para a Educação do Campo no Rio Grande do Sul, buscando interligar os Estudos Curriculares e o domínio da Educação do Campo. O cenário constituinte dessas temáticas aponta trajetórias históricas marcadas, principalmente, pela expansão da industrialização no final do século XIX e início do século XX. Tal expansão provocou processos de intensas transformações ao longo do tempo, tanto no que diz respeito à seleção de conteúdos e questões curriculares, quanto ao envolvimento das esferas pública e civil vinculadas ao contexto rural. No intuito de investigar as políticas de currículo para a Educação Básica das Escolas do Campo do Rio Grande do Sul e suas relações com a construção do conhecimento escolar, objetivamos: a) analisar os documentos legais que orientam as referidas escolas, investigando as suas articulações com a organização do currículo; e b) identificar e analisar quais sentidos de conhecimento escolar estão presentes nos documentos. Para tanto, o estudo apresenta a seguinte questão norteadora: quais sentidos de conhecimento escolar são privilegiados nas políticas curriculares para as Escolas do Campo no Rio Grande do Sul? Essa problematização, vinculada aos estudos teóricos desenvolvidos, reflete um estudo de abordagem qualitativa. Evidenciam-se como corpus empírico os documentos orientadores das políticas curriculares para as Escolas de Educação Básica do Campo do Estado do Rio Grande do Sul. Para sustentar os argumentos teóricos, partimos de uma abordagem pluralista, a fim de contemplar diferentes concepções e ampliar nosso entendimento sobre o assunto. O estudo revelou a possibilidade de o conhecimento escolar ampliar as oportunidades de aprendizagem para os estudantes, constituindo currículos que oportunizem transcenderem o âmbito experiencial. Após detalhada e atenciosa análise, constatamos quatro sentidos de conhecimento escolar privilegiados no discurso dos documentos. Dois deles estavam ancorados nas teorizações sobre justiça social, sobretudo através da leitura de Nancy Fraser, indicando que os processos de escolarização do Campo precisariam estar pautados na tríade redistribuição, reconhecimento e participação, focalizando seu caráter social no âmbito dos Estudos Curriculares. Os outros dois sentidos estavam amparados nas conceitualizações produzidas em torno da noção de diferenciação curricular, direcionando os argumentos para as discussões que vêm contribuindo para a organização do currículo, considerando a multiplicidade dos fins educacionais frente à diversidade cultural.
Abstract: This thesis presents a study of the meanings of school knowledge emerging from curriculum policies for Rural Education in Rio Grande do Sul, seeking to link the Curriculum Studies and the area of Rural Education. The constituent scenario of these themes points to marked historical trajectories mainly by the expansion of industrialization in the late nineteenth century and early twentieth century. This expansion led to intense transformation processes over time, regarding content selection and curriculum issues, as well as the involvement of the public and civil spheres bound to the rural context. In order to investigate the curriculum policy for Basic Education of schools in rural areas of Rio Grande do Sul and its relations with the development of school knowledge, we aim to: a) analyze the legal documents that guide these schools, investigating their connections with the curriculum organization; and b) identify and analyze which meanings of school knowledge are present in the documents. Therefore, the study presents the following guiding question: which meanings of school knowledge are privileged in curriculum policies for schools in rural areas of Rio Grande do Sul? This discussion, linked to the theoretical studies developed, reflects a study of qualitative approach. The guiding documents of the curricular policies for Basic Education Schools of rural areas of the Rio Grande do Sul state are used as empirical corpus. In order to support the theoretical arguments, we start from a pluralistic approach in order to consider different ideas and broaden our understanding of the subject. The study revealed the possibility of expanding learning opportunities for students through school knowledge, by providing curricula that create opportunities to transcend the experiential level. After detailed and attentive analysis, we found four meanings of school knowledge used in the documents’ discourse. Two of them were anchored in theories about social justice, especially by Nancy Fraser, indicating that the education processes of rural areas would need to be guided by the triad redistribution, recognition and participation, focusing its social aspect under the Curriculum Studies. The other two senses were supported in the conceptualizations produced around the notion of curriculum differentiation, directing the arguments to discussions that are contributing to the curriculum organization, considering the variety of educational purposes when compared to the cultural diversity.
Keywords: Currículos
Educação rural
Educação do campo
Políticas curriculares
Políticas públicas
Educação básica
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Chapecó
Name of Program of Postgraduate studies: Programa de Pós-Graduação em Educação
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/663
Issue Date: 2016
metadata.dc.level: Mestrado
Appears in Collections:Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BRESOLIN.pdf1,96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.