Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1271
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Flain, Angela Luzia Garay-
dc.creatorAlberti, Banyara-
dc.date2015-11-26-
dc.date.accessioned2017-10-09T17:04:08Z-
dc.date.available2017-09-04-
dc.date.available2017-10-09T17:04:08Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.urihttps://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1271-
dc.description.resumoEsta pesquisa tem como tema o ensino de Língua Espanhola (L.E.) como língua estrangeira e sua implementação nas escolas de Santa Catarina, mais especificamente na cidade de Chapecó- SC. A Lei nº 11.161/2005, que trata da oferta obrigatória do ensino da Língua Espanhola no Brasil rompe com anos de exclusão, atestando o direito ao pluriculturalismo e multilinguismo em nossas escolas públicas. Entretanto, a aprendizagem dessa língua ainda encontra muitos obstáculos na sua inclusão no sistema educacional, seja pelo fato de prevalecer à hegemonia do ensino de língua inglesa, falta de professores ou infraestrutura nas escolas. Temos como objetivo descrever de forma geral o contexto de ensino de espanhol como língua estrangeira em Santa Catarina e Chapecó , e a sua repercussão nas escolas. Assim sendo, a relevância deste estudo encontra-se no fato de haver carência de pesquisas acerca desse assunto. Para o aprofundamento do tema foram analisados documentos oficiais e entrevistas com membros ligados a educação e às escolas. Autores como Santos (2009), Gonga (2012), Moita Lopez, (1996) e Sturza (2005), foram importantes interlocutores para a realização desta pesquisa. Os resultados mostram que em Chapecó, o ensino da língua espanhola atinge somente 16% das escolas estaduais de ensino médio, por tanto, ainda há um longo percurso para que se efetive o cumprimento da a Lei nº 11.161/2005.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Jeferson Rodrigues de Lima (jeferson.lima@uffs.edu.br) on 2017-09-04T17:21:17Z No. of bitstreams: 1 ALBERTI.pdf: 335752 bytes, checksum: dafde5224ae500969109f4110363a68e (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Diego dos Santos Borba (dborba@uffs.edu.br) on 2017-10-09T17:04:08Z (GMT) No. of bitstreams: 1 ALBERTI.pdf: 335752 bytes, checksum: dafde5224ae500969109f4110363a68e (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-10-09T17:04:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 ALBERTI.pdf: 335752 bytes, checksum: dafde5224ae500969109f4110363a68e (MD5) Previous issue date: 2015en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal da Fronteira Sulpt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCampus Chapecó-
dc.publisher.initialsUFFSpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEnsino de língua estrangeirapt_BR
dc.subjectLíngua espanholapt_BR
dc.titleO contexto de ensino da língua espanhola como língua estrangeira em Chapecó – SCpt_BR
dc.typeArtigo Cientificopt_BR
Appears in Collections:TCC Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALBERTI.pdf327,88 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.