Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1911
Type: Dissertação
Title: A formação de professores de biologia como objeto de estudo em teses e dissertações (2005-2015)
Author: Romano, Priscilla
First advisor: Slongo, Iône Inês Pinsson
Resume: Este estudo teve o objetivo de analisar a produção acadêmica, Teses e Dissertações, sobre Formação de Professores de Biologia, desenvolvida em programas de pós-graduação, no período de 2005 e 2015. Trata-se de uma pesquisa documental e bibliográfica, de abordagem qualitativa, do tipo estado do conhecimento (FERREIRA, 2002; ROMANOWSKI, ENS, 2006) que, através da análise de conteúdo (BARDIN, 2011) identificou e analisou dados de 74 estudos com base nas seguintes informações: autor, orientador, formação do orientador (graduação, mestrado e doutorado), ano de defesa, grau de titulação, região geográfica, instituição de ensino superior e programa de pós-graduação de origem do estudo, focos e subfocos de análise. Do conjunto de trabalhos analisados, 45 são dissertações de mestrados acadêmicos, 02 de mestrados profissionais e 27 são teses. Identificou-se que, quantitativamente, a produção no tema despontou com força em 2014. As Regiões Geográficas com maior destaque foram Sudeste e Sul, e as instituições mais produtivas UNESP, USP, UNICAMP e UEL. As áreas de avaliação Ensino e Educação foram as mais representativas, com produção relativamente equilibrada no período, a área de Ensino pareceu estar se desenvolvendo com maior ênfase, dado o menor número de programas existentes, no comparativo com a área de Educação. Quanto aos orientadores, 41% possuem graduação em Ciências Biológicas, 52% mestrado em Educação e 64% doutorado em Educação e, apenas 06 pesquisadores conduziram mais de um trabalho sobre o tema no período. Este dado evidencia que as pesquisas sobre Formação de Professores de Biologia mantêm forte interlocução com pesquisadores oriundos das diversas áreas, predominantemente licenciaturas (59%). Quanto aos aspectos da Formação de Professores priorizados, as 74 DTs foram pré-categorizadas em 5 Focos de análise: Formação Inicial (54%), Identidade e Profissionalização Docente (15%), Formação Continuada (11%), Trabalho Docente (11%) e Políticas e Propostas de formação de Professores (9%). Posteriormente, os trabalhos foram aglutinados em Subfocos, havendo o predomínio de estudos em Currículo, na formação Inicial, sobre os Saberes Docentes e Identidade, no Foco Identidade e Profissionalização Docente, sobre Práticas reflexivas no Foco Trabalho Docente, de Propostas de formação docente no Foco Formação Continuada e sobre Reformas curriculares no Foco Políticas e propostas de formação. A identificação dos Focos e Subfocos de análise revelou significativa dispersão temática. A continuidade dos estudos sobre esta produção acadêmica, notadamente de natureza epistemológica, poderá explicar novos elementos de análise, que possibilitem identificar uma comunidade nacional de investigadores sobre a Formação de Professores de Biologia, seu estágio de desenvolvimento, bem como, os impactos que a produção decorrente tem gerado na Formação dos Professores para a Educação Básica.
Keywords: Estado do conhecimento
Formação de professores de biologia
Teses e dissertações
IND
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Chapecó
Name of Program of Postgraduate studies: Programa de Pós-Graduação em Educação
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1911
Issue Date: 2017
metadata.dc.level: Mestrado
Appears in Collections:Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROMANO.pdf1,71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.