Please use this identifier to cite or link to this item: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/321
Type: Monografia
Title: O usio do livro didático nas aulas de língua portuguesa no ensino fundamental: análise de atividades de compreensão e interpretação
Author: Muders, Bárbara
First advisor: Gonçalves, Ana Cecília Teixeira
metadata.dc.contributor.referee1: Dias, Ana Beatriz Ferreira
metadata.dc.contributor.referee2: Schneiders, Caroline Mallmann
Resume: Este trabalho tem o objetivo de apresentar uma análise de atividades de compreensão e interpretação vinculadas a gêneros textuais, propostas em unidades de um determinado Livro Didático de Língua Portuguesa, com o intuito de verificar a forma como são abordadas no material. Busca-se identificar se as atividades de compreensão e interpretação vinculadas ao Livro Didático ―Português Linguagens‖, 7ª Edição do ano de 2012, de William Roberto Cereja e Thereza Cochar Magalhães, em suas versões direcionadas ao 6º, 7º, 8º e 9º ano abrem espaço para a interação entre falante e ouvinte ou se conduzem o processo de compreensão e interpretação apenas de modo mecânico, em que a língua é vista como um código, como um processo fechado. Para a referida análise, parte-se de considerações acerca do processo de interação verbal e dos gêneros discursivos com referência a Bakhtin, bem como considerações acerca do processo de leitura e de compreensão de textos, conforme os Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Portuguesa. Com base nessa prática, conclui-se que a grande maioria das atividades estão centradas apenas em um processo fechado, de decodificação de informações contidas no texto. Em contraste com essa definição, evidencia-se com um percentual menor a presença de atividades que prezam pela interação verbal, que entendem a língua como um processo de enunciação e, consequentemente, que proporcionam uma interlocução entre os sujeitos.
Abstract: El trabajo tiene el objetivo de presentar un análisis de actividades de comprensión y interpretación vinculadas a géneros textuales, propuestas en unidades de un determinado Libro Didáctico de Lengua Portuguesa, con el intuito de de verificar de que forma son abordadas en el material. Buscase identificar se las actividades de comprensión e interpretación vinculadas al Libro Didáctico ―Português Linguagens‖, 7ª Edición del de 2012, de William Roberto Cereja y Thereza Cochar Magalhães, en sus versiones direccionadas al 6º, 7º, 8º y 9º año abren espacio para la interacción entre hablante y oyente o se conducen el proceso de comprensión e interpretación solo como un acto mecánico, en que la lengua es vista como un código, como un proceso fechado. Para el referido análisis, parte de consideraciones acerca del proceso de interacción verbal y de los géneros discursivos con referencia a Bakhtin, bien como consideraciones acerca del proceso de lectura y de comprensión de texto, conforme los Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Portuguesa. Con base en esta práctica, es posible concluir que la grande mayoría de las actividades están centradas solo en un proceso fechado, de decodificación de las informaciones contenidas en un texto. En contraste con esta definición, evidenciase con un porcentual menor la presencia de actividades que estiman la interacción verbal, la lengua como un proceso de enunciación, que proporciona la interlocución entre los sujetos.
Keywords: Gêneros textuais
Didática
Interação verbal
Métodos de ensino
Ensino e aprendizagem
Língua portuguesa
Leitura
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Fronteira Sul
Acronym of the institution: UFFS
College, Institute or Department: Campus Cerro Largo
Type of Access: Acesso Aberto
URI: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/321
Issue Date: 23-Jun-2016
Appears in Collections:TCC Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MUDERS.pdf870,31 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.